sexta-feira, 15 de julho de 2016

UM NUANCE DE MEU TESTEMUNHO


 



Hoje, eu quero escrever  um nuance de meu testemunho desde a minha conversão, a minha fé em Cristo Jesus, Filho Unigênito de Deus Vivo.
 
Em dezembro de 2006, comecei acessar a internet,  e resolvi me inscrever no site cristão de relacionamento ''Amor em Cristo''; pois teria mais contato com pessoas que professavam a mesma fé minha; e foi isso que aconteceu, fiz algumas amizades nesse site. Inclusive comecei a escrever algumas mensagens nesse local, mas não fiquei muito tempo acessando esse site; e resolvi criar o meu primeiro blog: ''Verdadeiros Adoradores'', por muito tempo, fiquei escrevendo as minhas mensagens nele. Em 2012, comecei a postar as minhas mensagens em outros locais, atualmente, eu compartilho as minhas postagens também no G+.
 
Durante a minha mudança, transferência de escrever as minhas mensagens dos meus blogs para os outros locais; comecei a ficar mais exposta as críticas das pessoas, e comecei a perceber muitas afrontas, vários escárnios, não só quanto ao teor das minhas mensagens, na maioria das vezes,  eu abordando a Palavra de Deus; mas, também, as narrações das minha vivências desde a minha conversão, também algumas indicações dos livros que eu li e apreciei, músicas, poesias e poemas que compartilho.
 
Talvez, você esteja se perguntando, mas isso é muito comum na internet, receber críticas. Concordo com você, mas não é comum, você receber os mesmos teores de escárnios e ofensas se repetindo em locais diferentes que você posta as suas mensagens.
 
E confesso, reconheço que, fiquei muito triste, muito chateada; e até o ponto de escrever, várias vezes, sobre o que estava acontecendo comigo. E o pior, eu ter o conhecimento da fonte (a pessoa) de onde provinha isso; e de uma maneira, que eu nem posso cogitar ou imaginar ter a anuência e a participação de outras pessoas.  Seriam alguns participantes de uma seita?
 
Eu não sei; nem quero mais saber...
 
Inclusive, escrevi que estaria dando o meu testemunho se essas ocorrências continuassem; mas mudei completamente de ideia ou motivação por algumas razões., as quais compartilho agora.
 
Primeiro lugar, cada ofensa que leio, eu me sinto mal, muito mal, não só emocionalmente, mas fisicamente, fico doente do estomago. E busco incansavelmente o consolo na Palavra de Deus. E o SENHOR se compadeceu de minha aflição, o Espírito Santo me guiou a ler versículos preciosos que Davi escreveu inspiradíssimo por Ele.
 
Davi foi perseguido pelo rei Saul, um homem insano que estava decidido a matar ele, por inveja, raiva, influência maligna. E mesmo Davi tendo oportunidade de matá-lo; ele abriu mão dessa prerrogativa, e num gesto de lucidez e discernimento, ele enxergou a realidade espiritual; e deixou a vingança para Deus, e não tocou no ungido dEle.
 
''Depois também Davi se levantou, e saiu da caverna, e gritou por detrás de Saul, dizendo: Rei, meu senhor! E, olhando Saul para trás, Davi se inclinou com o rosto em terra, e se prostrou.
 
 E disse Davi a Saul: Por que dás tu ouvidos às palavras dos homens que dizem: Eis que Davi procura o teu mal?
 
 Eis que este dia os teus olhos viram, que o SENHOR hoje te pôs em minhas mãos nesta caverna, e alguns disseram que te matasse; porém a minha mão te poupou; porque disse: Não estenderei a minha mão contra o meu senhor, pois é o ungido do SENHOR''.

(1 Samuel 24:8-10)
 
Outra situação, que Davi sofreu afrontas, perseguição, até pedradas foi com Simei um parente do rei Saul, da tribo de Benjamim, e mesmo assim, ele não permitiu que os seus homens matassem o seu algoz; nem tampouco, ele sujou as suas mãos de sangue, matando ele; no mesmo momento, ele teve  a lucidez de reconhecer a mão de Deus nesse acontecimento tão desagradável que, mais uma vez,  aconteceu com ele.
 
''Disse, porém, o rei: Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia? Ora deixai-o amaldiçoar; pois o Senhor lhe disse: Amaldiçoa a Davi; quem pois diria: Por que assim fizeste?

Disse mais Davi a Abisai, e a todos os seus servos: Eis que meu filho, que saiu das minhas entranhas, procura a minha morte; quanto mais ainda este benjamita? Deixai-o, que amaldiçoe; porque o Senhor lho disse.

Porventura o Senhor olhará para a minha miséria; e o Senhor me pagará com bem a sua maldição deste dia.

Prosseguiram, pois, o seu caminho, Davi e os seus homens; e também Simei ia ao longo do monte, defronte dele, caminhando e amaldiçoando, e atirava pedras contra ele, e levantava poeira.''

 (2 Samuel 16:10-13)

 E a vingança pertence ao SENHOR; e a Sua mão recaiu contra o algoz de Davi (Simei), no tempo determinado por Ele; não o nosso, movido pela raiva, emoção.

 Em segundo lugar, as palavras do Senhor Cristo Jesus também me consolaram demais; pois me testificaram que essas afrontas não mexeram com um único fio de meus cabelos; e que elas aconteceram conforme a vontade permissiva de Deus. Ele está no controle de tudo, de todas situações; inclusive dessas situações constrangedoras que vivi.

 ''Não se vendem dois passarinhos por um ceitil? e nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai.

E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados''.
 
(Mateus 10:29,30)

''Considere todos os que te irritam como instrumentos de Deus para humilhá-lo''. 

(Andrew Murray)

E tantos outros versículos bíblicos, o Senhor Cristo Jesus continuou falando através deles pra mim; e eu encontrei consolo, graça e orientação (Mateus 10:22; Mateus 24:13).

Foram duas semanas, me recuperando, lendo a Palavra de Deus, orando, clamando, chorando. Como se alguém chegasse perto de mim com uma tocha de fogo e me queimasse. Mas por que me doeu tanto esses acontecimentos:

Porque proveio as ofensas de alguém que eu nutria muito afeto, era o meu amigo íntimo, meu irmão em Cristo. Alguém que eu confiava e muito estimava.
 
Eu, em 2011, vivi uma situação semelhante a Davi; uma pessoa me perseguia e me xingava na rua; eu ficava calada, sem falar nenhuma palavra; a qualquer momento, podia ser agredida por ela; pois infelizmente, era usada pelo maligno para me afrontar (Essa pessoa sempre estava drogada, viciada em crack).
 
Mas por que na internet, aparentemente tão longe, eu sentir tanto as afrontas; e não me contive? Porque estimava o meu ofensor.
 
Mas graças a Deus, agora, eu estou bem, me recompus, e peço perdão a ele, e a todos que possa ter ofendido em palavras na Internet. Me perdoem! (Mateus 6:12,15; 18:27,32,35; Marcos 11:25; Lucas 23:34). Eu também, já os perdoei!
 
Espero, do fundo de meu coração, sinceramente, que todos sejam tocados pelo Espírito Santo assim como, eu fui agraciada e tocada por Ele. Enfim, pela Trindade.
 
 
''[...] Nenhuma pessoa, que venhamos a conhecer do momento em que abrimos nossos olhos de manhã até quando fechamos ao dormir à noite, estará completa''.
 
(O que Deus está para fazer- Eugene Peterson, p. 221)
 
 
''Ser forte é demonstrar extrema fraqueza diante de seu algoz; cessando a luta, lançando fora o punhal; abraçando o rival; suplicando com voz embargada seu perdão...''
 
 
''Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, como farás na enchente do Jordão?''
 
(Jeremias 12:5)
 

 
 
 
 



SONHO TÃO VÍVIDO...


 



Acordei na madrugada do dia 21.05.16, para atender os apelos de meu amado gatinho; depois, aproveitei a oportunidade para orar, clamar, cheguei a chorar clamando a Deus. E também fiz as  mesmas indagações, várias vezes, indagações constantes ao SENHOR, sobre um assunto que me consumia,  despertava o meu interesse, a minha atenção, e o meu tempo...Não ouvi as respostas as minhas indagações, mas me aquietei, me consolei e dormir e então sonhei; quero compartilhar com vocês esse sonho...
 
Talvez, a resposta do SENHOR, naquele momento, fosse esse sonho.
 
 
 
''A densa neblina pairava sobre nós, não conseguia enxergar o seu rosto, nem saber quem você era; mas sentia a sua mão, com muita firmeza, sobre a minha, e com certeza, que estava ao meu lado...mesmo andando bem devagar, extremamente cansada, eu confiava em você, e o seguia, passo a passo, ao lugar esplendoroso que existia logo ali.
 
Por um instante, você parou de andar, e pegou as minhas mãos, uma, de cada vez, e as beijou e disse: ''Nunca se esqueça, de zelar delas por mim, pois são as mãos que me tocarão; as mãos que sempre terei pra cuidar de mim, quando eu estiver sadio ou doente; as mãos que prepararão o meu alimento; as mãos, que me afagarão; as mãos, que me levantarão quando eu cair; as mãos, que tocarão as minhas lágrimas, e como por um encanto, elas deixarão de cair...''
 
E após escutar as suas palavras, comecei a enxergar outras mãos sobre as nossas; eram  várias mãos, que sobrepunham as nossas; mas elas não pesavam, nos proporcionavam leveza e força; então percebi que eram testemunhas daquele momento especial e tão raro. E para culminar a apoteose desse magistral momento, encontro, enxergo uma claridade (luz) sobre nós, e tenho certeza, que as mãos de Deus estão sobre nós, nos abençoando e nos alumiando a seguirmos juntos, sempre de mãos dadas, a nossa jornada.
 
Acordei tão feliz e em paz, por ter desfrutado de um sonho tão vívido...
 
Não importa, nem mais saber quem você é; mas tenho certeza, que você existe em algum lugar, e mesmo que, passe muitos anos, para o nosso encontro, e eu esteja bem velhinha de bengala na mão, e você também...eu te encontrarei, você me encontrará, nos reconheceremos, e andaremos  juntos rumo ao local esplendoroso, que você sempre, em sonhos, me diz que devemos galgar unidos até alcançarmos ele...''
 
 
 
*Eu já sonhei, com essa mesma pessoa, algumas vezes, é a mesma sensação de paz,  de harmonia, de cumplicidade e de serenidade. Sei que conversamos até sobre a nossa fé que professamos; a pessoa me incentiva, me exorta, me consola...Tenho anotado no meu diário, uma das datas desses sonhos vívidos que me marcaram... (25.11.15) e tantos outros sonhos que eu tive, cito, apenas alguns dias:

(18.02.14;17.03.14;01.10.14; 3.12.14;19.09.15;20.11.2015;25.11.2015;29.11.15; 23.03.16;16.05.16;14.06.16).  Outra vez, sonhei com essa pessoa não estava bem, estava mal, eu pressentia isso; e eu falava a ela  que se levantasse, que saísse daquele lugar, e sei que eu a ajudava (22.06.15).
 
 
 
''Sou talvez a visão que alguém sonhou
Alguém que veio ao mundo prá me ver
E que nunca na vida me encontrou''.
 
Florbela Espanca



*No Google, eu não consegui encontrar uma imagem que fosse o retrato fidedigno do local, que eu sonhei; era uma floresta, a neblina era muito densa...